Impostos e comunicação

O caso Soares dos Santos mostra três coisas: quem tem discursos moralistas tem que ter cuidado com as acções que toma; quem faz Fundações que beneficiam de vantagens fiscais na sua actividade podia ser coerente, em relação aos benefícios que recebe, no resto dos seus comportamentos; quem toma decisões destas devia pensar na sua comunicação antes, para depois não vir com discursos atabalhoados.

publicado por falcao às 17:10 | link deste post | comentar