O "i" a 30 cêntimos

Ads for the new newspaper will appear on posters, buses and subway trains, as well as in the Evening Standard and Independent.

 

O novo barão dos media, o bilionário russo e antigo espião do KGB Alexander Lebedev, lança para a semana o diário "i". O novo jornal vai ser vendido a 30 cêntimos, em feroz competição com os seus concorrentes que custam $1.50.

 

Alvos: jovens e antigos leitores "perdidos" de jornais. Filosofia: notícias curtas, numa lógica de digest. Algumas matérias com maior profundidade. Na prática, o mesmo conceito do nosso luso e pioneiro "i". Os meios é que são outros.

 

O plano é distribuir um exemplar-modelo com o London Evening Standard (do grupo) na segunda-feira, e na terça são distribuídas 55 mil cópias em Londres e 45 mil no resto do país.

 

Especulações: a prazo, o "i" vai canibalizar e acabar com o "Independent" (o diário de referência do grupo) e vai acabar por ser totalmente gratuito.

 

Experiências que só a fortuna gigantesca de Lebedev torna possíveis.

 

publicado por Alda Telles às 09:48 | link deste post | comentar