Rochester isn't the Kodak City anymore

 

O que representa o fim de uma marca como a Kodak? Muita coisa. Tudo. O fim de uma era. O fim de uma geração (a minha, que ainda tem a infância toda registada em Kodak e Super8). É o ínício do fim de Rochester como a cidade da imagem. É, de alguma forma, o fim de um certo mundo.

 

Para mais tarde recordar, aqui deixo alguns dos belíssimos anúncios que tornaram a fotografia popular, com headlines tão bons como "Let Kodak Tell the Story", "Let the Chidren Kodak", "Kodak as You Go", "Kodak Keeps the Story".

 

Storytelling, um conceito tão na moda? A Kodak já o conhecia.

 

 

 

 

 

 

Mais anúncios aqui.

publicado por Alda Telles às 17:51 | link deste post | comentar