Pink Floyd, 28 de Novembro de 1972

 

Na altura não havia TGV. Mas havia Interrail. Portanto, entre Paris e Lisboa fiz um desvio ferroviário por Toulouse só para ver um concerto dos Pink Floyd. Foi o meu primeiro espectáculo de rock com as características de produção e ambiente que se vieram a transformar num padrão. Além de que, ao contrário dos actuais espaços ao ar livre gigantescos e desconfortáveis, o concerto foi no Palais des Sports.

 

Já não havia Barrett. Waters ascendia. Os Pink Floyd estavam a matar a fase psicadélica e situavam-se no caminho musical que os veio a tornar históricos. Meddle ainda me soa como naquela noite. 

 

Para aqueles que não puderam testemunhar os Pink Floyd desses One of these days e coisas assim - e para os que querem reavivar experiências passadas - está agora disponível um canal do You Tube com espectáculos ao vivo desde 1974. Com a gracinha de que, em cada hora, o vídeo é alterado. E tem comentários e coisas assim. Por exemplo, o vídeo que incorporo não está listado. 

 

Parece tratar-se de um exercício engraçado para este feriado. Viva a República. 

publicado por lpm às 11:07 | link deste post | comentar