Cãimbras

As conferências de imprensa são dos mais stressantes actos de comunicação. É uma performance em directo, perante uma plateia exigente e com elevado potencial de difusão na televisão e na web.

Problemas de som e de imagem são cada vez mais raros. O êxito depende praticamente todo do interveniente, de quem está a passar a mensagem.

Para maximizar as probabilidades de êxito, as mensagens são testadas e o porta-voz é preparado com sessões de media training.

Mas há situações que são impossíveis de antecipar e controlar. E que se tornam um verdadeiro pesadelo de Public Relations, como esta conferência de imprensa do Rafael Nadal.

 

(via @rcatalao)
publicado por Alda Telles às 15:24 | link deste post | comentar