O espião não devia ter saído do frio

Sobre o assunto aqui e aqui aflorado (e que teve menções no Público e no Expresso) escrevi um pequeno artigo que o Briefing teve a gentileza de publicar na newsletter de hoje. Sublinho:

 

"Muitas vezes, os consultores de Comunicação tendem a arrastar os seus aconselhados para aventuras mediáticas apenas porque eles próprios, os consultores, têm ambições de protagonismo. Trata-se de um erro fatal a que podemos chamar da doença infantil das PR". 

publicado por lpm às 12:49 | link deste post | comentar