Investimento de milhões em Conselho em Comunicação

Foi com alegria que li no Diário Económico (embora sem o destaque que semelhante investimento merecia...) a notícia de que a mais internacional das consultoras de Comunicação do nosso sector passou a contar com um novo sócio.

O novo sócio, pessoa que, apesar de conhecer mal, me merece estima e consideração, tinha deixado de ser, muito recentemente, sócio de outra consultora.

A mudança de sociedade em causa representa uma prova de confiança e uma forte aposta no nosso sector. É que, se a primeira participação ocorria "apenas" numa consultora de média dimensão, já a sua nova participação representa - tenho a certeza - um esforço financeiro assinalável.

É que, segundo os últimos dados disponibilizados pela associação do sector, estamos perante uma consultora que factura mais de 20 milhões de euros por ano.

 

Partindo do princípio que se registam as performances médias do sector e que a venda da participação decorreu de acordo com as valorizações normais, estamos perante um investimento da ordem dos 4 a 6 milhões de euros mesmo para uma modesta participação de apenas 10 por cento.

 

Isto, claro, mesmo sem tomarmos em consideração o valor implícito associado a uma consultora que já tem os pés bem assentes em mercados tão promissores como os de Cabo Verde e da Bolívia. 

Trata-se, julgo crer, de uma operação sem precedentes, certamente a mais importante alguma vez realizada nos 25 anos de história do nosso sector. 

Em relação ao novo sócio, elogio-lhe a confiança que demonstra no Conselho em Comunicação.

 

Quanto à empresa e aos seus accionistas, faço votos para que tão importante fluxo financeiro seja bem aplicado em novos mercados.

publicado por lpm às 20:20 | link deste post | comentar