Freud e a crise Murdoch

 

Aqueles que se interessam pelo mercado de Public Relations sabem a qual Freud me estou a referir. Não ao Sigmundo da psicanálise, mas, isso sim, ao Matthew Freud, sucessor distante do primeiro e, aparentemente, também do "nosso" fundador Edward L. Bernays

 

Freud, o Matthew, é um dos mais conhecidos consultores e empresários de PR do Reino Unido. Lidera a consultora que leva o seu apelido a qual chegou a fazer parte do Grupo Publicis para, há meia-dúzia de meses, voltar a ser independente.

 

Para além das reminiscências onomásticas e dos seus próprios talentos, a carreira profissional de Matthew Freud deve-se, ainda, àquele pormenor de ser casado com Elisabeth Murdoch, uma das filhas do "tycoon" que detém mais de um terço do mercado editorial inglês. 

 

Por isso, admite-se que Freud também venha a ser afectado pela presente crise que se abate sobre os Murdoch e Mark Borkowski escreve mesmo que, em comparação com outros danos colaterais (como os jornalistas despedidos do News of the World), Matthew Freud "is perhaps one player who has even more to lose"

publicado por lpm às 09:32 | link deste post | comentar