Anti-Junk Fashion Girls

 

É normal o "marketing de causas" (neste caso, chamar-lhe-ia marketing de conjuntura) colar-se a movimentos sociais colectivos. Foi uma boa ideia esta da marca nacional de moda Lanidor, cavalgando a onda nacional de "indignação" em relação ao corte da Moody's.

Apenas gostaria de ter visto um argumentário da marca um pouco mais elaborado. "Quem não  sente não é filho de boa gente", diz o presidente do grupo Lanidor. Pois sem dúvida, é um aforismo muito caro aos portugueses, mas esperava que o presidente me explicasse porque é que a Lanidor é diferente e porque é que esta causa lhe é particularmente cara, e porque acredita que as suas clientes são diferentes e irão aderir. Enfim, complicações de mentes distorcidas das public relations.

Mas, ok, em tempo de guerra não se afinam mensagens (será?).

publicado por Alda Telles às 18:49 | link deste post | comentar